Proteção Animal, Receitas Veganas e Vegetarianas, Direitos dos Animais

terça-feira, 19 de junho de 2012

Vamos proteger?

A luta pelos animais, às vezes, é tão inglória que muitos protetores desanimam, mesmo que por alguns instantes.
Ver um animal atropelado e não fazer nada? Não há como.
Ver ou ouvir um animal sofrer maus tratos pelos tutores, e se abster de qualquer atitude? Não há como.
Saber que os jegues serão recolhidos das ruas das cidades nordestinas - seu habitat natural, e ficar passivo diante disto? É impossível!
Ver milhares de gatinhos e cachorrinhos nascendo e não incentivar a castração, como? Serão muitos e muitos abandonados por seus próprios responsáveis, como lixo descartável.
Um protetor está a todo instante conectado em tudo que acontece com os animais. Sejam animais da rua, animais de circo, animais servidos nas barracas de praia, enfim, tudo que exprime o sofrimento destes seres indefesos, toca os corações do protetores.
E engana-se quem pensa que protetor é somente aquele que recolhe o animal da rua. Protetor é todo aquele que sai da sua inércia e resolve tomar qualquer atitude que fará minimizar o sofrimento de quem não tem voz.
Pode-se proteger num simples clicar de teclado.
Enviando um e-mail em uma situação na qual é necessária ajuda; informando a seus contatos; contribuindo com um quilo de ração; contribuindo com remédios; espalhando cartazes sobre animais desaparecidos; enfim, existem inúmeras formas de ajudarmos os animais, basta um simples movimento de sair de uma zona de conforto e tornar-se parte ativa da situação.
Uma constatação é certa: quem toma qualquer iniciativa para ajudar o próximo, sendo este próximo um animal, é picado pelo bichinho da proteção, e podem ter certeza, é difícil voltar atrás e nunca mais fazer o bem por quem nada pode fazer.
Incentive a castração em sua cidade, em sua roda de amigos.
Compartilhe e-mails de pedido de ajuda, pois muitos animais já foram salvos desta maneira, com um simples compartilhamento de e-mail, de facebook, ou o que seja.
Você não vai se arrepender.
O retorno é instantâneo, pois nestes momentos somos micro super heróis que fazem a diferença na vida deles.
Pense nisto.
Fátima Cócaro
Gaúcha morando em Fortaleza e tentando contribuir com a proteção.

Este é o Flash: foi atropelado e resgatado das ruas de Porto Alegre. Adotado por mim, faz parte de uma família com outros 4 cães, igualmente abandonados e resgatados.

Nenhum comentário: