Proteção Animal, Receitas Veganas e Vegetarianas, Direitos dos Animais

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Quem ama não abandona - Savona/Itália

Quem ama não abandona

Senhora prefere viver nas ruas a separar-se de cão

02 de outubro de 2012 às 6:00

Por Natalia Cesana (da Redação)
Foto: Reprodução/La Stampa
“Olhe como Tato é esperto…”, diz Ornella apontando ao seu cãozinho. As enfermidades próprias da idade, os dias e noites passados em um banco na Praça do Povo, em Savona, Itália, não pesam na vida de Ornella quando ela olha os olhos de Tato. Tudo passa. Ornella Tassi morava em uma casa próximo à praça, mas ela foi despejada. Depois encontrou outra casa, mas também precisou sair devido aos atrasos no aluguel. As informações são do jornal La Stampa.
Por alguns meses ela ficou hospedada na casa de amigos, mas Ornella quer ser independente. Por isso há alguns dias o seu domicílio tem sido o jardim da praça. Ornella e Tato passam o dia em um banco e, à noite, atravessam a rua e se alojam debaixo de um portão, onde ficam um pouco mais protegidos.
A senhora poderia encontrar um lugar quente para dormir no centro de acolhimento da Caritas, mas ali os animais não são permitidos (por razões higiênicas) e, para não se separar de seu adorado cachorro, Ornella optou pelo desconforto do banco da praça e pela vida de mendiga.
Tato, um cãozinho muito vivo, tornou-se o mascote da praça. “Dele eu não me separo e ficarei aqui até que eu encontre uma nova casa”, diz enquanto mima o animal. E não faltam pessoas que ajudam a idosa levando roupas, cobertas, alimentos e fazendo companhia a ela.

Nenhum comentário: