Proteção Animal, Receitas Veganas e Vegetarianas, Direitos dos Animais

sábado, 1 de agosto de 2015

Google tenta comprar empresa vegana inovadora por R$ 1 bilhão, mas a oferta é recusada



A gigante da internet Google tentou comprar a empresa vegana Impossible Foodsrecentemente e levou um “não”. A oferta de US$ 300 milhões (cerca de R$ 1 bilhão) foi considerada baixa pelos dirigentes da empresa vegana, que tem no quadro de investidores Bill Gates e Tony Fadell, considerado o pai do iPod, da Apple, que hoje trabalha como executivo no próprio Google.
Em outubro de 2014 explicamos aqui no Vista-se o que faz da Impossible Foods, com sede na Califórnia (EUA), uma empresa tão cobiçada (relembre aqui). Fundada por Patrick Brown, professor de biologia e de física da Universidade Stanford, a Impossible Foods criou um hambúrguer que “sangra” e tem gosto de carne, mas é feito de vegetais. Além de aperfeiçoar o produto com a ajuda de 50 profissionais de diversas áreas, a empresa vem trabalhando em um queijo que seja absolutamente idêntico ao convencional, só que de plantas.
Com a premissa de criar alimentos para o futuro, onde ingredientes de origem animal serão escassos por questões das mudanças climáticas e do aumento da população humana, aImpossible Foods quer criar o primeiro cheeseburger vegano exatamente igual ao feito com carne e secreções de animais.
“Nós não podemos esperar que as pessoas consumam nossos produtos simplesmente porque são melhores para o planeta. Temos que efetivamente reinventar todo o sistema de como produzir comida. O resultado precisa ser um produto inacreditavelmente bom que possa competir com um produto que as pessoas amam há milhares de anos.” – disse Brown em entrevista ao Wall Street Journal, em 2014.
A recusa da Impossible Foods não fechou o canal de negociações com o Google, que tem claro interesse em dominar novas tecnologias também fora da internet. Se o buscador mais utilizado do mundo oferecer mais dinheiro, talvez saia negócio. Isso porque para Patrick Brown – que aparentemente não tem problemas com dinheiro – sua ideia vale bem mais que R$ 1 bilhão e esse foi o motivo da recusa.

Fonte: vista-se.com.br

Nenhum comentário: