Proteção Animal, Receitas Veganas e Vegetarianas, Direitos dos Animais

quinta-feira, 30 de julho de 2015

TERAPIAS: Filme fala sobre interação com animais na promoção da saúde mental












Um enfermeiro da Guarda, especialista em Saúde Mental e Psiquiatria, realizou um documentário sobre a promoção da saúde mental, que explica a importância da interação com os animais para os doentes conseguirem o equilíbrio na sua vida.
O documentário “Umbra” foi realizado e produzido por Pedro Renca, enfermeiro especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria no Departamento de Psiquiatria e de Saúde Mental da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda e mestre em Toxicodependência e Patologias Psicossociais, e aborda o relacionamento entre uma égua, Umbra, e a sua dona, Rute, e “o equilíbrio de saúde mental conseguido nesta interação”.
Na curta-metragem, Pedro Renca pretende “retratar e fazer refletir” as possibilidades que cada um tem “de encontrar uma (ou várias) estratégia(s) para promover a sua saúde mental”.
“É um filme que retrata de uma forma leve um assunto sério. Temos de perceber que nem tudo na área da saúde mental é patológico. Ou seja, a saúde mental está implícita a todos nós e temos de saber trabalhá-la. Este filme ajuda-nos a perceber isso mesmo”, explicou hoje o autor à agência Lusa.
Pedro Renca que Rute, a protagonista, “é uma pessoa perfeitamente comum, integrada na sociedade”, sem nenhuma psicopatologia associada, e “a estratégia dela para conseguir um equilíbrio emocional é a interação com a Umbra”, a sua égua.
“Seguindo este exemplo, cada um de nós tem de encontrar as estratégias individuais e de grupo, para estarmos saudavelmente equilibrados”, defendeu, justificando o projeto com a sua preocupação com a promoção da saúde mental e para prosseguir a sua luta “contra os aspetos discriminatórios desta área”.
Em “Umbra” pretende “ir ao encontro da comunidade, consciencializar as pessoas para a importância” da promoção da saúde mental.
Pedro Renca lembrou que, ao longo da sua carreira, tem mantido “uma preocupação constante no âmbito da discriminação e estigma que circundam a doença mental, o doente mental e as questões associadas à saúde mental”.
Já desenvolveu alguns trabalhos, para tentar esclarecer a comunidade em geral sobre estas temáticas da saúde e da doença mental, sendo o mais recente o documentário “Esta é a Minha Casa”, produzido em 2014.
O filme “Umbra”, com a duração de 20 minutos, foi rodado numa quinta nas proximidades da cidade da Guarda.
Na produção do documentário teve a ajuda “de amigos que se preocupam e identificam” com a causa.
Pedro Renca contou com a colaboração do realizador Jorge Pelicano (autor de “Ainda há Pastores” e “Pára-me de repente o pensamento”), de Carlos Braz Saraiva (psiquiatra e professor na Faculdade de Medicina de Coimbra), de Rute Renca, Pedro Aguiar, Hugo Moreira, Rui Campos, Miguel Cordeiro, Victor Afonso, Carla Silva, Eduardo Renca, Nuno Renca e Óscar Nogueiro.
A obra tem estreia marcada para o Fundão, no distrito de Castelo Branco, no outono.
 

Nenhum comentário: