Proteção Animal, Receitas Veganas e Vegetarianas, Direitos dos Animais

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Dicas de ceia vegana para Réveillon


Se você não conseguiu fazer uma ceia vegana no Natal, sempre é tempo para começar.
O veganismo e o vegetarianismo são processos. Realmente é difícil, não é de uma hora para outra que conseguimos mudar nossos hábitos alimentares.
Eu estou em processo de mudança por questões éticas. Como tento proteger animais de maus tratos e abandono, minha consciência me chama: Como proteger uns e usar outros como alimento?
Tenho conseguido levar adiante a vontade de me abster de carne, mas confesso que às vezes é difícil. Mas não é impossível. Quanto ao uso de animais na indústria da beleza e higiene, não tenho dificuldade em abrir mão de produtos que testam em animais. Acredito piamente que não preciso que animais fiquem cegos e/ou mutilados, para que meu cabelo fique bonito, por exemplo. Este será um outro tópico que vou abordar mais tarde. Agora gostaria de dividir com vocês o depoimento de Mickele Peçanha, vegana e proprietária de um fast food vegano em Taubaté/SP. 

Um dos movimentos que mais cresce no país, o veganismo vem atraindo pessoas de todas as idades com uma filosofia que tem como ponto principal o respeito aos animais.
“O veganismo é um modo de vida, que busca dentro do possível e do praticável evitar, ao máximo, o uso de animais em nossas escolhas diárias. Vai além do vegetarianismo, que é restrito à dieta 100% vegetal. O vegano é um vegetariano que tem uma dieta 100% vegetal, mas dentro das escolhas diárias evita o uso dos animais. Não consome produtos testados em animais, de cosméticos, higiene e limpeza, e não frequenta locais que usam animais com entretenimento, como circos, rodeios, aquários e zoológicos”, definiu Mickele Peçanha, proprietária de um fast food vegano na região central de Taubaté.
Com a chegada do Natal e dos famosos pratos da ceia natalina, os vegans ainda encontram poucas opções no mercado.
A ativista conta como foi seu primeiro Natal sem carne e das opções de comida para esta época do ano.
“Eu me tornei vegana há três anos atrás e vegetariana oito anos antes, em uma época de Natal. A ceia fácil de adaptarmos porque a dieta vegetariana é extremamente ampla e tem todos os pratos tradicionais que a gente conhece, como strogonoff e lasanha.
Para os veganos que buscam mais opções caseiras na ceia de Natal, a mãe de Michele, Bebel Peçanha, ensina duas receitas que podem substituir os tradicionais pratos natalinos.
 
 
 
Confira nos links abaixo o preparo de um canelone de jaca e de tortinhas de frutas.
Tortinha de Frutas: https://goo.gl/l8oXoV
Canelone de Jaca: http://goo.gl/oeajlB
 

Nenhum comentário: